Nacional

27-11-2011 às 22:08

Hugo Viana chocado com morte de Gary Speed

O futebolista do Sporting de Braga Hugo Viana disse hoje ter ficado «chocado» com a morte de Gary Speed, com quem trabalhou nos ingleses do Newcastle e que qualificou como «uma grande pessoa».

«Foi um choque muito grande para toda a gente. Ele era uma grande pessoa, com quem tive o prazer de trabalhar no Newcastle», disse o médio arsenalista, depois da derrota do Sporting de Braga com o FC Porto, por 3-2, em jogo da 11.ª jornada da Liga Portuguesa de futebol.

Hugo Viana acrescentou ainda que o suicídio de Gary Speed é um «muito triste desfecho» para a sua vida.

O selecionador de futebol do País de Gales, de 42 anos, foi hoje encontrado morto na sua residência em Chester, em Inglaterra, anunciou a federação galesa em comunicado.

A polícia indicou que «não existem circunstâncias suspeitas» na morte de Gary Speed, mas fonte da federação galesa disse à BBC poder tratar-se de suicídio.

«Transmitimos as nossas condolências à família e pedimos a todos que respeitem a privacidade dos mais próximos nestes momentos muito tristes», refere a nota da federação galesa.

Antigo médio do Newcastle United, Leeds e Everton, Speed tinha assumido em fevereiro o comando técnico da seleção galesa, ao serviço da qual fez 85 jogos como futebolista, o que constitui um recorde do País de Gales.

Diário Digital com Lusa

  • Imprimir
  • Partilhar

Comentários

Todos os comentários estão sujeitos a moderação. O DD reserva-se o direito de apagar os comentários que não cumpram as regras de utilização. Os comentários publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
PUB
PUB

CONSULTE OS NOSSOS CANAIS | Newsletter | RSS | Twitter | Facebook | Sapo

Ficha Técnica | Estatuto editorial | Contactos