09-05-2014 às 16:36

«Maus» publicado pela primeira vez num só volume em Portugal

«Maus» publicado pela primeira vez num só volume em Portugal

A novela gráfica «Maus», de Art Spiegelman, que tem como pano de fundo o Holocausto, vai ser reeditada este mês em Portugal, com nova tradução e num só volume, anunciou a editora Bertrand.

Esta obra de banda desenhada, considerada uma das mais importantes da nona arte do século XX, foi publicada em Portugal em dois volumes, sendo agora reeditada com nova tradução, de Joana Neves, a partir da edição comemorativa dos 25 anos, publicada pela editora Penguin.

«Maus», distinguido em 1991 com o Prémio Pulitzer, é um livro biográfico sobre a família de Art Spiegelman, que sobreviveu ao campo de concentração de Auschwitz, com o autor a recorrer a animais para falar sobre judeus, nazis, polacos - ratos, gatos, porcos, respetivamente.

Recentemente, o autor editou «Metamaus», um livro no qual explica o que o levou a escrever aquela novela gráfica, as influências, as pesquisas, revelando ainda os esboços, os estudos e as histórias pessoais em torno do livro.

Em «Metamaus: A look inside a modern classic, Maus», Art Spiegelman explica que aquela obra "teve um impacto no mundo muito maior do que esperava" e que, ao longo destes anos todos, os jornalistas continuavam a fazer-lhe sempre as mesmas perguntas: «Porquê [recorrer à] banda desenhada? Porquê ratos? Porquê o Holocausto?».

«Maus» «é um livro sobre a relação de um filho e de um pai que tentam compreender-se», disse na altura o autor, hoje com 66 anos.

Art Spiegelman nasceu na Suécia, mas a família mudou-se para os Estados Unidos no começo dos anos 1950. Estudou artes, fez parte do movimento underground de banda desenhada, em Nova Iorque, deu aulas na Escola de Artes Visuais da cidade, fundou a revista de banda desenhada Raw, juntamente com a mulher, Françoise Mouly, e colaborou com a revista New Yorker.

Apesar de «Maus» ser a sua obra mais conhecida, Art Spiegelman também publicou outros títulos de BD, como «In the shadow of no towers», de 2004, visão pessoal dos ataques ao World Trade Center, em Nova Iorque, a 11 de setembro de 2001, e livros para a infância.

Além do Pulitzer, Art Spiegelman venceu o prémio Eisner e o grande prémio do festival de banda desenhada de Angoulême, em França.

Atualmente, Art Spiegelman protagoniza uma performance de leitura e música, intitulada «Wordless», com a colaboração do músico e compositor Phillip Johnston, em torno da novelas gráficas do início do século XX.

Sinopse:

«"Maus - A História de um Sobrevivente" é um romance gráfico escrito e desenhado pelo norteamericano Art Spiegelman que narra a luta do pai, um judeu polaco, para sobreviver ao Holocausto. O livro foi publicado «originalmente» em duas partes, e mais tarde reeditado num só volume. Nas tiras, os judeus são ratos (maus em alemão), os alemães, gatos; os polacos porcos e os americanos cães. O uso de antropomorfismo reflete espírito do livro: um
relato incisivo e perturbador, que evidencia a brutalidade da catástrofe do Holocausto.»

  • Imprimir
  • Partilhar

Comentários

Todos os comentários estão sujeitos a moderação. O DD reserva-se o direito de apagar os comentários que não cumpram as regras de utilização. Os comentários publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
PUB
PUB

Mundial 2014

Nelson Mandela 1918-2013

Orçamento Estado 2015

Autarquicas 2013

Síria

CONSULTE OS NOSSOS CANAIS | Newsletter | RSS | Twitter | Facebook | Sapo

Ficha Técnica | Estatuto editorial | Contactos